Token BTG – O primeiro STO feito por uma instituição financeira

A Wuzu tem o orgulho de anunciar sua cooperação com o banco brasileiro BTG PACTUAL, o maior banco de investimentos da América Latina! 

O Banco BTG Pactual SA, está embarcando no setor de ativos digitais, emitindo seu próprio token, o ReitBZ (lastreado em um Fundo de Investimentos), facilitado pela tecnologia de ponta da Wuzu.

Entenda sobre o Token do Banco BTG

O Banco BTG está a caminho de arrecadar US$ 15 milhões através de uma oferta baseada em tokens lastreados em cotas de um Fundo de Investimentos. Essa é a primeira grande instituição financeira da América Latina a lançar essa iniciativa e também a pioneira nessa prática no setor bancário em todo o mundo. O token, batizado de ReitBZ, terá seu valor lastreado às cotas de um Fundo de Investimento em Participações administrados pelo próprio banco.

O Fundo de Participações tem como política de investimento a compra de imóveis comerciais e industriais de empresas em recuperação judicial, tornando a operação de alto retorno financeiro. Por se tratar de um FIP, não há previsão de cobertura do FGC, porém, o retorno histórico é de 20% ao ano, segundo o BTG. Obviamente, o retorno passado não garante o retorno futuro, porém, como se trata da aquisição de imóveis, o risco da operação é mitigado.

A disponibilidade do Token BTG

O ReitBZ estará disponível para todo o mundo, contudo, em virtude de Regulações regionais ficará impossibilitado de aderir à oferta os residentes do Brasil, EUA e China. 

No Brasil ainda não há uma norma para a oferta de STO, tokens que representam Valores Mobiliários. Por enquanto os STO’s são classificados como oferta de valores mobiliários tradicional, o que restringe sua oferta a Bolsas de Valores Reguladas. Por conta do monopólio privado que existe nesse setor os custos de lançar um STO Regulado no Brasil são proibitivos.

Como funcionará o STO do BTG

Os investidores podem comprar o token do BTG em uma plataforma de ofertas dedicada, desenvolvida em conjunto com a WUZU. As transações serão realizadas usando as seguintes moedas: 

  • Gemini Dollar, uma Stable Coin emitida pela americana Gemini;
  • Ethereum, uma das criptomoedas mais valiosas do momento. 

Os detentores de ReitBZ receberão dividendos advindos da operação do Fundo. Os ativos serão administrados por uma empresa de propriedade do próprio BTG chamada Enforce.

O banco realizará o market making ativo, provendo liquidez e listará o ReitBZ para investidores que desejam liquidar seus investimentos rapidamente.

De acordo com Roxo, CTO do Banco BTG: “O BTG está implementando seu próprio capital para fornecer liquidez porque acredita realmente no negócio de criptomoedas […] Criamos essa estrutura porque achamos que os investidores no mundo digital têm maior apetite por risco”.

A natureza sem fronteiras, a velocidade e o custo-benefício da tecnologia blockchain e das criptomoedas permitem ao BTG ofertar o ReitBZ sem dificuldades para investidores de todo o mundo de forma acessível e eficiente. 

A campanha do token do BTG continuará por 90 dias após o lançamento e todos os recursos serão alocados para reinvestimento no portfólio.

O impacto do ReitBZ

A Criação de um modelo de tokenização não é necessariamente uma novidade, alguns dos exemplos são:

  • Em 2016 credores japoneses, como o Mitsubishi UFJ Financial Group, começaram a trabalhar em iniciativas como a moeda MUFG. 
  • Em 2019 JPMorgan Chase & Co. informou  sobre o desenvolvimento de um protótipo de moeda digital. Esta moeda teria como foco aumentar a velocidade dos pagamentos entre clientes corporativos. Isso os tornaria um dos principais bancos dos EUA a introduzir publicamente sua própria moeda.

Mesmo a tokenização de um ativo não sendo uma novidade o Banco BTG foi o primeiro a fazer isso de maneira efetiva. O próprio André Portilho, sócio do BTG e responsável pela iniciativa disse em entrevista: “Sabíamos que precisávamos dominar essa tecnologia, então começamos a experimentar com ela há alguns anos […] Acreditamos que o Bitcoin e outras moedas estavam se tornando voláteis demais, mas vimos uma oportunidade com este token para tentar algo novo – mas também com a nossa pele no jogo”

A tecnologia e maior eficiência também permitiram ao banco reduzir o investimento mínimo para US$500, como consequência temos:

  • A democratização do ReitBZ: com preço de investimento mínimo menor que outras iniciativas isso o torna mais acessível para mais pessoas, 
  • Aumento da liquidez, pois permite a entrada de mais pessoas;
  • Vantagem competitiva se comparado a outros fundos com preço de investimento mínimo maior;

Toda a comunidade de blockchain tem um excelente motivo para comemorar outra vitória. O que se pensava como uma realidade futura distante está se aproximando muito mais rápido do que o esperado.

Tenha sua própria plataforma para STO

Se inscreva em nossa NEWS LETTER

CONHEçA NOSSAS Redes Sociais:

A Wuzu cria e oferece suporte a projetos de ativos digitais desde 2017. Nosso conjunto de produtos é modular e de fácil configuração, possibilitando a execução de uma solução completa em cerca de 2 horas.

Em Uma Semana Seu MVP estará no ar!