fevereiro 11, 2020

Blockchain e Criptomoedas. Entenda o futuro do mundo financeiro

A tecnologia Blockchain, as criptomoedas e seus impactos no mundo financeiro têm sido o tópico central de conversas em todo o setor financeiro, a existência de uma tecnologia descentralizada,  traz, de maneira incontestável, uma disrupção às instituições financeiras e a economia global.

Christine Lagarde (Diretora e Presidente do Fundo Monetário Internacional) um dos nomes mais influentes nas finanças globais fez uma declaração significativa: “criptomoedas podem abalar bancos centrais e bancos internacionais”. Isto implica que o poder sobre os sistemas financeiros se torne descentralizado e mais democrático.

Neste artigo, abordaremos alguns exemplos de como a tecnologia blockchain e as criptomoedas estão prestes a mudar o mundo.

Principais recursos da tecnologia Blockchain

A tecnologia blockchain é considerada pela indústria de tecnologia a maior conquista de ciência da computação desde a Internet; existem muitas características para apoiar uma afirmação tão forte, mas os seguintes aspectos principais são os que a tornam verdadeiramente revolucionária para o setor financeiro.

Imutabilidade

Depois que os dados das transações são registrados no blockchain, é impossível adulterá-los. Os dados se tornam incorruptíveis e permanentes.

Transparência

Blockchain por definição é uma rede aberta de computadores. Qualquer nó da rede ou qualquer pessoa que interaja com ele tem acesso total a todos os dados gravados em tempo real.

Autonomia

Os indivíduos que usam a tecnologia blockchain têm total controle sobre seus ativos, eles também são responsáveis ​​por sua segurança e armazenamento.

Resistência à censura

Como a tecnologia blockchain é uma gigantesca rede de computadores distribuídos em todo o mundo, ela torna praticamente impossível para os reguladores interferirem nela devido à sua natureza global difundida.

Como blockchain e criptomoedas mudarão os sistemas financeiros

Existem inúmeras aplicações para a tecnologia blockchain e criptomoedas que têm o potencial de abalar completamente os sistemas financeiros de hoje. Aqui estão alguns exemplos:

Alterar o processo de transferência financeira

Hoje, para fazer qualquer transação financeira usando uma moeda nacional, sempre há terceiros envolvidos, seja um banco ou uma empresa de cartão de crédito. Esse envolvimento implica custos de administração e transação para o pagador e o beneficiário. Transferências de dinheiro feitas via blockchain removem a participação de terceiros.

Temos aqui uma transação ponto a ponto que acontece quase instantaneamente, sem administração institucional e taxas de transação mais baixas – facilitando consequentemente as microtransações, bem como taxas mais altas de produtividade. A remoção de um intermediário no processo de transferência de dinheiro se traduz em mais acessibilidade aos seus mecanismos de controle.

Um exemplo prático de como essa tecnologia facilita os processos de transferência financeira é: no dia 14 de janeiro de 2020 um usuário movimentou 4 bilhões de reais e pagou uma taxa equivalente a  340 reais algo em torno de 0,0000085% do montante transacionado. Essa taxa de transação seria impossível com a presença de um terceiro sem contar o tempo necessário para realizar tal ação.

Manterá empresas e indivíduos responsáveis

No sistema financeiro atual, quando um erro é cometido ou algo sai errado, quando se trata de transações com dinheiro, o jogo de achar um culpado começa. A falha pode estar em um indivíduo, empresa ou banco. Muitas vezes, é necessária uma investigação para descobrir quem é responsável pelo que deu errado. Muitas vezes, as investigações são longas e não objetivas, o que pode levar ao envolvimento de outras partes, como advogados, reguladores e sistema de justiça, de modo a chegar a um acordo.

Quando a mesma transação é feita via blockchain, nenhuma investigação é necessária. Basta verificar o log de transações para identificar imediatamente o problema e de quem foi a culpa. Logo seria possível reduzir significativamente o tempo e os custos que seriam necessários para as resoluções de problemas e consequentemente aconteceria um aumento na segurança.

Oferecer uma alternativa confiável para moedas nacionais instáveis

Vamos usar o estado atual da moeda nacional do Zimbábue como exemplo. Para os zimbabuanos, as criptomoedas oferecem proteção rara contra o início da hiperinflação e implosão financeira. Alguns estão se voltando para as criptomoedas por desespero, pois seus depósitos bancários perdem valor quase a cada dia, enquanto outros a usam para tarefas domésticas, como financiar membros da família que estudam no exterior.

Pessoas que vivem em países sob ameaças financeiras governamentais poderiam ter algum nível de tranquilidade sabendo que seus ativos ficariam fora do alcance institucional. A tecnologia blockchain tem o potencial de trazer significativamente mais segurança financeira à população de países com uma economia instável.

Dê às pessoas o controle sobre seu dinheiro

Vivemos sob a ilusão de que o dinheiro depositado em nossas contas bancárias está sempre acessível. A realidade é que, em certas circunstâncias, os governos podem congelar ativos bancários. Tomemos o quase colapso da economia grega durante a crise financeira global de 2008, por exemplo – para minimizar as saídas de capital, os reguladores financeiros gregos congelaram as contas bancárias de toda a população, permitindo acesso mínimo a retiradas, o que levou à falência de inúmeras empresas e indivíduos.

Essa ameaça seria consideravelmente menor com uma maior adoção de criptomoedas, pois a ausência de terceiros permite que os usuários sejam seu próprio banco. No entanto, a falta de envolvimento de terceiros implica que os indivíduos teriam total controle sobre seu capital e isso inclui ser responsável por sua segurança e armazenamento.

Mais controle também significa mais oportunidades em relação aos próprios ativos financeiros.

Isso tornará o mundo financeiro sem fronteiras

Existe uma nova realidade de trabalho surgindo. Como exemplo imagine que uma empresa e a maioria de seus funcionários estão sediados no Brasil e um funcionário está localizado na Holanda. Neste caso é possível trabalhar em perfeita sinergia financeira. É possível que o funcionário na Holanda seja pago em bitcoins pelo trabalho que faz, sem custos de terceiros (além da taxa mínima  para trocar meu BTC por Euros) e sem nenhum tipo de intervenção ou atraso.

Se não fosse a tecnologia Blockchain e as criptomoedas, esse tipo de condição de trabalho seria bastante caro, desafiador e complicado.

Um mundo sem fronteiras financeiras teria consequências significativas para a economia global, um mundo em que mais pessoas e empresas conseguem negociar livremente e realizar transações financeiras entre si. Livre circulação de capital entre entidades públicas e privadas.

Seria possível a criação de um ambiente que facilitaria o estabelecimento de novos negócios em todo o mundo e diminuiria também a brecha socioeconômica, devido ao maior acesso ao capital.

A inclusão de bilhões de indivíduos sem banco na economia global

Estima-se que cerca de 2 bilhões de pessoas em todo o mundo não tenham uma conta bancária. Isso significa que cerca de 2 bilhões de pessoas estão totalmente afastadas da economia global. Eles também não podem ter serviços bancários, como ter um cartão de débito ou crédito, economizar dinheiro, obter um empréstimo, fazer investimentos, etc. A Blockchain e as criptomoedas já fornecem alguns desses serviços, e todos eles e muitos mais em um futuro muito próximo.

Os aplicativos financeiros para a tecnologia blockchain e criptomoedas estão além da imaginação, e estamos apenas arranhando a superfície. Todos os dias surgem novos projetos que agregam mais valor e funcionalidade a esse conceito financeiro revolucionário. Estas são aplicações da tecnologia blockchain apenas nos sistemas financeiros, as possibilidades são alucinantes fora dela também.

Instituições financeiras em todo o mundo estão andando em cascas de ovos, a última coisa que querem é se tornarem obsoletas, mas, como Christine Lagarde disse, esse fato é incontestável e, como é um fato, eles precisam começar a se acostumar muito a essa nova realidade.

Wuzu e o Blockchain

A Wuzu usa a tecnologia blockchain para tokenizar ativos e liquidar transações. Diferentemente das bolsas de valores tradicionais, onde as atividades são realizadas usando um banco de dados simples e centralizado, usamos a tecnologia blockchain devido à sua transparência, eficiência e segurança.

Uma transação em uma bolsa de valores tradicional leva até 3 dias para se tornar final. Uma atividade semelhante realizada na blockchain levaria 1 minuto e com um nível de transparência muito mais alto, pois todas as operações registradas em um livro público são abertas a qualquer pessoa, que é o oposto total da bolsa de valores tradicional, onde tudo acontece nos bastidores.

Se inscreva em nossa news letter

Não perca nossos conteúdos semanais sobre os mais diversos assuntos.